Please reload

Suínos: Cotações no mercado registram novas quedas nesta quinta

26/11/2020

 

Nesta quinta-feira (26), o mercado de suínos registrou a maioria das cotações em queda e algumas estáveis. De acordo com análise do Cepea/Esalq, de modo geral, enquanto a produção vem se recuperando, resultando até mesmo em “sobras” em algumas granjas, a demanda se enfraqueceu nos últimos dias, o que pode estar relacionado ao período de segunda quinzena do mês, quando o poder de compra da população diminui.

 

Em São Paulo, segundo a Scot Consultoria, a arroba do suíno CIF ficou estável em R$ 167,00/R$ 170,00, enquanto a carcaça especial recuou 2,44%/2,16%, chegando a R$ 12,00/R$ 12,40 o quilo. No caso do animal vivo, a maioria das praças produtoras tiveram quedas nos valores, conforme informações do Cepea/Esalq, referentes à quinta-feira (26). A exceção foi São Paulo, que permaneceu com preço estável em R$ 9,03/kg. 

 

O preço do quilo do suíno vivo teve recuo de 1,59% em Minas Gerais, chegando a R$ 8,68/kg, retração de 1,67% no Rio Grande do Sul, valendo R$ 8,23/kg, queda de 0,71% em Santa Catarina, cotado em R$ 8,36/kg, e de 0,48% no Paraná, fechando em R$ 8,35/kg. 

 

Nesta quinta-feira (26), quando as principais praças produtoras de suínos negociam os animais no mercado independente, lideranças do setor viram os preços "derreterem" em uma queda mais expressiva do que a registrada na semana anterior. Entre as razões apontadas pelos líderes de associações do setor para a retração nos preços estão o recuo no consumo na ponta final da cadeia e o excesso de animais ofertados para abate, principalmente em Santa Catarina, que sofre com uma severa estiagem. 

Please reload

Agroatividade 2016 - Agronegócio Ativo