Please reload

Soja: Semana deve ter fechamento com preços firmes no Brasil

14/08/2020

 

O mercado deverá apresentar poucas alterações nesta sexta nas principais praças do país. Com prêmios firmes, sem oferta e com vendedor retraído, as cotações da oleaginosa atingem patamares históricos. Na maioria das regiões, no entanto, a referência é apenas nominal e o negócios praticamente não existem. O mercado teve mais um dia de preços firmes na quinta, mas nominais. A movimentação é escassa, devido à pouca oferta. A necessidade da indústria e a retração do vendedor sustentam os referenciais.

 

Os contratos futuros subiram bem em Chicago, mas o dólar caiu. Os prêmios seguem em patamares elevados. Mas a definição das cotações ainda é reflexo da falta de soja. Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos subiu de R$ 127,00 para R$ 130,00. Na região das Missões, a cotação avançou de R$ 127,50 para R$ 129,50. No porto de Rio Grande, o preço aumentou de R$ 128,00 para R$ 130,00.

 

 Em Cascavel, no Paraná, o preço aumentou de R$ 121,50 para R$ 125,00 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca passou de R$ 127,00 para R$ 128,00. Em Rondonópolis (MT), a saca permaneceu em R$ 122,00. Em Dourados (MS), a cotação seguiu em R$ 125,00. Em Rio Verde (GO), a saca estabilizou em R$ 121,00.

Please reload

Agroatividade 2016 - Agronegócio Ativo