Please reload

Governo do Estado e iniciativa privada lançam projeto Caminhos do Agro SP

13/08/2020

 

O Governo do Estado de São Paulo lançou ontem (12), em conjunto com a TV Cultura e a iniciativa privada, o projeto "Caminhos do Agro SP". A live, que marcou o lançamento, foi mediada pelo secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Gustavo Junqueira, e contou com a participação do diretor de Sustentabilidade da Syngenta no Brasil e na América Latina, Valter Brunner; do diretor-presidente do inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias), João Cesar Rando; e do presidente da UPL Brasil, Fabio Torretta.

Através de uma webserie de 10 episódios e 8 lives, o "Caminhos do Agro SP" representa a importância do agro para o estado e para o Brasil e o seu potencial, num curto e médio prazo, de geração de empregos e renda, aumento da competitividade e atração de investimentos. Com o objetivo de oferecer um conteúdo de qualidade à população, o projeto demonstrará a complexidade e diversidade da cadeia de valor do agronegócio, desde a produção de insumos até a comercialização nos supermercados, bares e restaurantes ao consumidor final. Além disso, o projeto pretende colocar em pauta as principais tendências e desafios para os próximos anos e como os setores público e privado podem trabalhar ainda mais em conjunto.

Durante o evento, o secretário Gustavo Junqueira ressaltou que o agro precisa ser visto e compreendido como um negócio e não uma ideologia. "Hoje, o produtor rural tem à sua disposição toda a tecnologia existente. No entanto, o que lhe falta é gestão, seja financeira, tecnológica, comercial, de pessoas e de contratos. Dar atenção à gestão é o que fará o novo salto do agro acontecer", salientou o secretário. Para ele, ainda, garantir conectividade no campo é fundamental para um agro moderno, eficiente e sustentável. "Máquinas e equipamentos modernos fazem parte de um ecossistema que é ligado pela capacidade de conexão para que essas tecnologias possam conversar entre si. Portanto, para que sejamos cada vez mais sustentáveis e possamos usar os nossos recursos de maneira mais eficiente, precisamos conectar tudo isso", expôs. Tanto gestão, quanto conectividade serão temas abordados ao longo dos episódios da webserie.

Como exemplo de sustentabilidade em que o Brasil é referência mundial, o diretor-presidente do inpEV, João Cesar Rando, apresentou alguns resultados do Sistema Campo Limpo, que faz a logística reversa de embalagens e sobras pós-consumo de defensivos agrícolas. É um dos exemplos mais bem sucedidos de Economia Circular, tema do primeiro episódio do "Caminhos do Agro", que será exibido no dia 17 de agosto. "Temos o maior índice de recebimento de embalagens do mundo: 94%. Um dos pilares de sucesso dessa iniciativa é a integração de todos os elos da cadeia produtiva. É um sistema que gera milhares de empregos, renda, produtos de valor agregado, segurança e benefício ambiental, conquistando confiança dos produtores e da sociedade", comemora Rando.

O compromisso com a sustentabilidade foi também reforçado pelo diretor da Syngenta, Valter Brunner. "A agricultura de São Paulo, que já era muito sustentável, tem evoluído de forma fantástica nas mais variadas frentes", destacou Brunner. Para ele, tudo só é possível por meio de parcerias. "Estabelecer parcerias é fundamental e oportuno, pois os resultados permitirão benefícios para agricultores, economia e para a sociedade. Assim, a proposta do projeto Caminhos do Agro é muito alinhada com a nossa agenda e de quem quer uma agricultura forte e inovadora", complementa.

Já o presidente da UPL Brasil, Fabio Torretta, falou sobre a mudança e influência do consumidor. "Hoje, o consumidor tem uma visão mais holística: ele quer proteger o meio ambiente, saber a origem do que consome, quer que a empresa tenha uma contribuição social. Só é possível atender essa demanda com um sistema inteligente no qual os stakeholders estejam integrados", frisa Torretta. Um exemplo dessa integração é a parceria da UPL com o Instituto Agronômico (IAC) da Secretaria, no Programa Aplique Bem, que já possibilitou capacitar mais de 60 mil aplicadores de defensivos agrícolas. "Isso contribui para que cheguem aos supermercados produtos mais seguros e de melhor qualidade", observou.

O projeto "Caminhos do Agro SP" é resultado de uma parceria entre InvestSP, Fundag, TV Cultura e Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. Os episódios podem ser acompanhados nos canais do :
YouTube da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo e da TV Cultura.

Please reload

Agroatividade 2016 - Agronegócio Ativo