Please reload

Ativo de pesticida proibido nos EUA tem registro aprovado no Brasil

09/07/2020

 

O Ato n° 39 do Departamento de Sanidade Vegetal e Insumos Agrícolas da Secretaria de Defesa Agropecuária, publicado nesta quinta-feira (9) no Diário Oficial da União traz o registro de 21 produtos técnicos, sendo que alguns deles são à base dos mesmos ingredientes ativos. Todos esses produtos são genéricos, ou seja, utilizam ingredientes ativos já registrados e em uso dentro do território nacional.

Por se tratar de produtos técnicos, nenhum desses 21 produtos registrados estarão disponíveis para compra pelos agricultores. Os produtos técnicos são produtos químicos com alto grau de pureza e concentração de ingrediente ativo. A função de um produto técnico é ser posteriormente utilizado como componente na produção dos produtos formulados. Os produtos foram analisados e aprovados pelo Ministério da Agricultura, pelo Ibama e pela Anvisa, de acordo com critérios científicos e alinhados às melhores práticas internacionais.

 

Dicamba


A maioria dos ingredientes ativos presentes nos produtos técnicos registrados hoje têm uso registrado nos Estados Unidos, na Austrália e em países da Europa, porém, com restrições ou impedimento de uso, como é o caso do ingrediente dicamba, pesticida que continua sua utilização vetada nos Estados Unidos. Essa autorização aqui no Brasil, do ativo dicamba, vêm pouco após uma decisão da Corte Norte Americana proibir, no início de junho, a venda de alguns pesticidas com o respectivo ingrediente ativo, como: XtendiMax, da Bayer, o Engenia, da Basf, e o FeXapan, da Corteva Agroscience.

 

 

Please reload