Please reload

Milho: Possível produção recorde traz pressão compradora sobre cotações

15/06/2020

 

Os preços do milho seguem em queda no mercado brasileiro, influenciados pela pressão de compradores, que estão atentos à colheita da segunda safra.

Segundo colaboradores do Cepea, apesar do atraso do semeio em algumas regiões, o clima favorável na finalização do desenvolvimento tende a elevar a produtividade e resultar em produção recorde. As atividades de campo ainda estão no começo, mas já se observa maior oferta de milho no mercado de lotes.

Nesse cenário, entre 5 e 12 de junho, o Indicador Esalq/BM&FBovespa (região de Campinas – SP) caiu 2,6%, fechando a R$ 46,92/sc de 60 kg na sexta-feira (12).

Please reload

Agroatividade 2016 - Agronegócio Ativo