Please reload

Etanol: Preços voltam a cair em SP

28/04/2020

 

Após terem registrado certa reação na primeira quinzena de abril, os preços dos etanóis hidratado e anidro voltaram a recuar com força no estado de São Paulo na semana passada. Segundo colaboradores do Cepea, a pressão veio da intensa queda nos valores do petróleo no mercado internacional, dos ajustes no preço da gasolina por parte da Petrobras e da menor demanda doméstica, diante das indicações de distanciamento social devido à pandemia de coronavírus.

 

Entre 20 e 24 de abril, o Indicador Cepea/Esalq do hidratado fechou a R$ 1,3003/litro (sem ICMS e sem PIS/Cofins), expressivo recuo de 10,6% em relação ao do período anterior. No caso do etanol anidro, o Indicador Cepea/Esalq foi de R$ 1,5388/litro (sem PIS/Cofins), baixa de 6,11% no mesmo comparativo.

 

No geral, um número maior de distribuidoras demonstrou interesse de compra na semana passada, mas o volume de hidratado comercializado acabou sendo praticamente igual ao do período anterior. Do lado das usinas, mais empresas estiveram ativas, devido à necessidade de “fazer caixa”, sendo que muitas cederam nos preços de vendas. 

 

Mercado açucareiro

 

Já o número de negócios de açúcar cristal no mercado spot de São Paulo seguiu baixo por mais uma semana. Segundo colaboradores do Cepea, compradores têm negociado quantidades pequenas e estritamente necessárias para dar andamento à produção, que continua reduzida com a economia desacelerada.

Além disso, esses agentes esperam que o aumento na oferta do cristal, com o evoluir da safra, pressione ainda mais as cotações. Até o final de abril, a maioria das usinas de São Paulo já terá iniciado a moagem da nova safra 2020/21, com um maior direcionamento da cana para a produção do açúcar, em detrimento do etanol.

De 20 a 24 de abril, a média do Indicador Cepea/Esalq, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista, foi de R$ 77,02/saca de 50 kg, queda de 1,89% em relação à média de 13 a 17 de abril (R$ 78,50/saca de 50 kg).
 

 

 

 

Please reload

Agroatividade 2016 - Agronegócio Ativo