Please reload

Tendência para o café é de ritmo mais lento nas negociações internas

26/03/2020

 

O mercado físico brasileiro de café apresentou preços de estáveis a mais altos nesta quarta-feira. As cotações novamente foram sustentadas pela alta do arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US). A baixa do dólar limitou o impacto positivo nas cotações.

 

Apesar das restrições para o trânsito de pessoas nas mais variadas regiões do Brasil, houve algumas negociações, especialmente para entrega futura. Foi o caso de áreas do sul e cerrado de Minas Gerais e mogiana paulista, em que foram reportados negócios, principalmente para entrega futura.

 

No sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa ficou em R$ 590,00/595,00 a saca, estável. No cerrado mineiro, preço de R$ 605,00/610,00, contra R$ 600,00/605,00 do dia anterior. Já o café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais, com 20% de catação, teve preço de R$ 410,00/415,00, estável. O conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, teve preço de R$ 327,00/330,00 a saca, estável.

Please reload