Please reload

Milho: Oferta limitada deve garantir preços internos valorizados

24/03/2020

 

O mercado brasileiro de milho abriu a semana com cotações firmes, de estáveis a mais altas. Segundo o analista de Safras & Mercado, Paulo Molinari, a concentração do mercado segue nos negócios com soja, havendo pouca pressão de venda de milho, o que garante sustentação ao cereal.

 

Ele observa que, em meio à pandemia, as operações seguem com normalidade nos armazéns, portos e frigoríficos. O dólar firme sustenta as cotações para a safrinha, com o clima seco preocupando e contribuindo para o suporte. No geral, a oferta limitada garante avanços nos preços.

 

No Porto de Santos, o preço ficou entre R$ 48,00 e R$ 57,00 a saca. No Porto de Paranaguá (PR), preço entre R$ 46,00 e R$ 54,00 a saca. No Paraná, a cotação ficou em R$ 49,00/51,00 a saca em Cascavel. Em São Paulo, preço de R$ 59,00/60,00 na Mogiana. Em Campinas CIF, preço de R$ 61,50/62,50 a saca.

 

No Rio Grande do Sul, preço ficou em R$ 51,50/52,50 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, preço em R$ 52,00/54,00 a saca em Uberlândia. Em Goiás, preço esteve em R$ 50,00 – R$ 51,00 a saca em Rio Verde – CIF. No Mato Grosso, preço ficou a R$ 46,00/48,00 a saca em Rondonópolis.

Please reload