Please reload

Café: Mercado deve seguir com preços internos sólidos

19/03/2020

 

Os preços do café devem seguir sustentados no Brasil, acompanhando o dólar em torno de R$ 5,20 e mais um dia de alta dos contratos futuros em Nova York. Os negócios deverão continuar fluindo, mas envolvendo pequenos lotes. 

 

O mercado físico brasileiro de café apresentou reação nas cotações nesta quarta-feira, acompanhando a alta do arábica na Bolsa de Nova York e a subida do dólar. O mercado esteve também mais movimentado, mas sem muita liquidez. Houve negócios, mas envolvendo apenas pequenos lotes.

 

No sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa ficou em R$ 550,00/555,00 a saca, contra R$ 535,00/540,00 do dia anterior. No cerrado mineiro, preço de R$ 565,00/570,00, contra R$ 545,00/550,00 de ontem.

 

Já o café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais, com 20% de catação, teve preço de R$ 390,00/395,00, contra R$ 380,00/385,00 do dia anterior. O conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, teve preço de R$ 325,00/330,00 a saca, no comparativo com R$ 310,00/315,00 de ontem.

Please reload