Please reload

Exportações de soja e minério seguem desaceleradas em fevereiro

18/02/2020

 

As exportações de soja e minério de ferro do Brasil nos primeiros dez dias úteis de fevereiro estão em queda na comparação com a média diária de embarques registrada no mesmo mês do ano passado, de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) divulgados nesta segunda-feira. A quantidade embarcada de soja, principal produto de exportação do Brasil, acumula queda de 26,8% no início de fevereiro, para 192,8 mil toneladas ao dia.

 

Os embarques de soja começaram mais lentos neste ano em meio a uma colheita mais tardia. Além disso, a expectativa da indústria é de que os Estados Unidos ganhem participação nas exportações para a China este ano, após a assinatura do acordo fase 1 com norte-americanos, com o Brasil exportando menos aos chineses.

 

A questão do coronavírus tem sido monitorada, mas ainda não há clareza sobre o impacto para as exportações de soja aos chineses, que estão lidando com milhares de casos da doença. Alguns especialistas, como analistas do Rabobank, veem impacto do problema de saúde pública mais concentrado no curto prazo, se a situação for contornada com relativa rapidez.

 

No caso do minério de ferro, os embarques atingiram 975,2 mil toneladas ao dia na primeira metade de fevereiro, versus 1,2 milhão de toneladas em janeiro e 1,4 milhão em fevereiro de 2019, quando o impacto do desastre de Brumadinho (MG) ainda não havia sido sentido.

Please reload