Please reload

Rússia ganha aval da China para começar a exportar carne bovina

18/01/2020

 

A China abriu seu mercado para a carne bovina da Rússia e certificou dois produtores do país para entregas a partir desta sexta-feira, informou a agência de segurança agrícola russa. Maior consumidora de carne suína do mundo, a China tem ampliado importações de proteínas para suprir um déficit causado pela peste suína africana, doença que matou milhões de porcos no país.

 

Mesmo assim, a decisão da China de abrir o mercado para duas das produtoras russas é resultado de anos de negociações e não está meramente relacionada à situação causada pela peste suína africana, disse à Reuters a representante da Rosselkhoznadzor, Yuliya Melano.

 

Segundo Melano, as duas produtoras certificadas são a Bryansk, parte do grupo de capital fechado Miratorg, e a também empresa de capital fechado Zarechnoe. “A assinatura do protocolo foi precedida por uma extensa revisão do sistema russo de monitoramento da carne bovina e pela aprovação do texto do protocolo”, disse a Rosselkhoznadzor em comunicado.

 

O Ministério da Agricultura russo havia afirmado em setembro ter a expectativa de que —após anos de negociações com Moscou— a China abriria seu mercado para carnes bovina e suína da Rússia dentro de 12 meses. A Rússia permanece em conversas com a China a respeito das ofertas de carne de porco.

Please reload

Agroatividade 2016 - Agronegócio Ativo