Please reload

Projeto anula decreto que criou órgão para promover Agricultura de Precisão

04/12/2019

 

O Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 658/19 anula decreto do presidente Jair Bolsonaro que instituiu a Comissão Brasileira de Agricultura de Precisão e Digital, órgão de caráter consultivo do governo criado para promover a agricultura baseada em uso intensivo de tecnologias. A proposta tramita na Câmara dos Deputados.

O Decreto 10.052/19 é de outubro deste ano. Segundo a norma, a comissão será vinculada ao Ministério da Agricultura e contará com representantes de entidades ligadas ao setor agropecuário. A suspensão do decreto foi pedida pelo deputado José Guimarães (PT-CE). Segundo ele, a comissão não terá nenhum representante da agricultura familiar, um dos segmentos mais importantes para o desenvolvimento da agricultura de precisão no País.

“Desde o ano de 2012 estudos revelam que a inclusão da agricultura familiar na agricultura de precisão melhora os índices de produção, bem como a qualidade dos produtos, oferece maior capacidade de comercialização e amplia a capacidade de manejo adequado”, disse Guimarães.

Para ele, a edição do decreto apenas confirma que o presidente Jair Bolsonaro tem a intenção de enfraquecer a agricultura familiar. O projeto será analisado pelas comissões de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). Depois seguirá para o Plenário da Câmara.

Please reload