Please reload

Pesquisa de melhoramento explora predição genômica em soja

15/11/2019

 

Um estudo desenvolvido no Programa de Pós-graduação em Genética e Melhoramento de Plantas, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), explorou aspectos ligados à aplicação de seleção genômica nas etapas iniciais de um programa de melhoramento de soja.

Segundo o autor, a predição genômica atua como método de seleção alternativo, no qual é possível predizer a produtividade de novas variedades de soja, que ainda não foram testadas a campo, com base em informações de variedades já testadas em anos anteriores. "Sendo assim, o objetivo desta pesquisa for explorar aspectos relevantes ligados à aplicação de seleção genômica nas etapas iniciais de um programa de melhoramento de soja", explica.

A autoria é de Leandro de Freitas Mendonça, que teve orientação do professor Roberto Fritsche Neto.  Os resultados mostram que o uso dessa ferramenta traz benefícios aos programas de melhoramento, uma vez que foi possível descartar aquelas variedades com menor potencial produtivo logo nas primeiras etapas, evitado gastos desnecessários com a avaliação destas no campo. "Assim, as empresas podem focar seus recursos apenas nas cultivares com maior potencial, o que resulta variedades de soja com maior produtividade para os produtores ao final do processo", destaca o pesquisador.

O trabalho teve apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior –Brasil (Capes) e da empresa GDM, que atua no desenvolvimento de novas cultivares de soja.

Please reload