Please reload

PR: Plantio de mudas alinha abertura de Congresso Mundial de Pesquisa Florestal

30/09/2019

 

O XXV Congresso Mundial da União Internacional de Organizações de Pesquisa Florestal 2019 (Iufro, da sigla em inglês) começou nesse domingo (29) com a cerimônia de plantio de árvores, no Jardim Botânico de Curitiba (PR). Faz parte da tradição abrir todas as edições com o plantio de mudas de espécie típicas da região onde ocorre o evento.

 

O presidente da Iufro, Mike Wingfield, o diretor-geral do Serviço Florestal Brasileiro, Valdir Colatto, e o chefe da Embrapa Florestas, Edson Iede; o presidente e a vice-presidente do Comitê Organizador da Iufro 2019, respectivamente, Joberto Veloso e Yeda de Oliveira; a vice-reitora da UFPR, Graciela Muniz; e o professor da UFPR, Flávio Zanetti, abriram os trabalhos desta edição com plantação de mudas de araucária do tipo Araucana e Augustifolia. A araucária é uma espécie arbórea com na região sul do país.

 

O presidente da Iufro, Mike Wingfield, destacou a importância da realização do primeiro Congresso na América do Sul. “Conduzir o Congresso aqui permite a participação de centenas de pesquisadores sul americanos, muitos dos quais não têm esta oportunidade em razão das distâncias. Eles poderão se engajar e trocar experiências e este será o que considero o maior impacto deste evento para o futuro. Não somos militantes, mas pesquisadores, e podemos, à luz da ciência, mostrar ao mundo como fazer frente à destruição massiva das florestas que assistimos hoje em dia”, disse.

 

Wingfield ressaltou ainda o fato de o Congresso ter início com o plantio de Araucárias. “Este é realmente o início do Congresso e que ótima maneira de começar um encontro focado em florestas e em pesquisa florestal. Embora seja uma tradição o Congresso da Iufro iniciar com plantio de árvores, este caso é muito especial porque esta incrível árvore é tida como “jurássica” e isto dá muito significado ao nosso ato”, finalizou.

 

Para Valdir Colatto, a iniciativa destacou a importância de o evento acontecer em Curitiba, por ser a capital da araucária, e com o plantio de mudas dessa espécie é possível reforçar o trabalho de reconstrução da mata de araucária no Brasil, com a possibilidade de fazer o manejo. “O Congresso Mundial da Iufro 2019, que inicia hoje e termina no próximo dia 5, transforma Curitiba na capital mundial do estudo, da pesquisa e dos assuntos da floresta e, com certeza, sairão daqui muitas luzes para que a gente possa trabalhar, administrar e saber exatamente como fazer o desenvolvimento sustentável, cuidando da floresta mas também cuidando da questão econômica e social”, concluiu.

 

Joberto Veloso afirmou que a escolha de Curitiba se deu por ser uma bela cidade e, também, por estar próxima a uma grande variedade de florestas, plantadas e naturais. “As árvores que plantamos hoje estarão aqui por muitos e muitos anos. Não se trata apenas de um registro da Iufro – que é louvável – mas também símbolo da importância que este congresso tem no longo prazo, pelos seus resultados e pelo incentivo a todos os participantes a construírem um futuro para a sociedade, para a economia e para o planeta”, completou.

 

Programação
 

O primeiro dia do Iufro teve ainda a recepção de boas-vindas aos congressistas e a abertura da área de exposição do Congresso. Nessa área, haverá em torno de 150 estandes, incluindo o Espaço Brasil, onde o Serviço Florestal Brasileiro estará presente com a apresentação de vídeos e materiais de impressos sobre os principais programas que gerencia, como o Cadastro Ambiental Rural (CAR), as Concessões Florestais e Monitoramento, o Inventário Florestal Nacional, o Laboratório de Pesquisas Florestais, o Portal Saberes da Floresta, dentre outros. O Serviço Florestal também terá participação efetiva nas mesas técnicas, side events e mini talks, que acontecerão no Congresso. A abertura oficial do XXV Congresso Mundial da IUFRO 2019 ocorre nesta segunda (30).

 

Side Events
 

O diretor-geral do Serviço Florestal Brasileiro, Valdir Colatto, apresentará ainda nesta segunda, às 12h, uma palestra durante o side event  “Parcerias interinstitucionais para o alcance da Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável”, organizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O secretário de Políticas Agrícolas do Mapa, Eduardo Sampaio; o diretor executivo do Instituto Brasileiro de Árvores, José Carlos da Fonseca Júnior; e a integrante do secretariado do Fórum de Florestas das Nações Unidas (UNFF, da sigla em inglês) também participam do debate.

Please reload

Agroatividade 2016 - Agronegócio Ativo