Please reload

EUA anunciam assinatura de acordo com UE para reativar exportações de carne

03/08/2019

 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, informou nesta sexta-feira (2) que irá assinar com a União Europeia um acordo para o comércio de carne. Ele ressaltou a importância de abrir mercados para os produtores de carne norte-americanos. O presidente declarou que o acordo irá "facilitar a exportação de carne do país para a União Europeia", beneficiando os produtores locais.

 

As vendas de carne norte-americana estavam bloqueadas há algum tempo na União Europeia, por temores sobre uso de hormônios pelos pecuaristas norte-americanos. A expectativa do presidente é de que, com o acordo, as exportações para a União Europeia cresçam no primeiro ano 46%, até chegar a mais de 90% de expansão em 7 anos. 

 

Com isso, ainda de acordo com Trump, quando o acordo for totalmente implementado, os Estados Unidos terão uma cota de 35 mil toneladas por ano livre de impostos, com um valor aproximado de US$ 420 milhões. Atualmente, as exportações anuais do país está em cerca de 13 mil toneladas, segundo o escritório do representante comercial americano (USTR, na sigla em inglês). O acordo deverá entrar em vigor no outono do hemisfério norte, após aprovação do Parlamento Europeu, disse o USTR.

 

O anúncio acontece em meio ao aumento das preocupações em relação à guerra comercial entre Estados Unidos e China. Na quinta-feira (1), Trump anunciou que irá impor uma tarifa adicional de 10% sobre US$ 300 bilhões restantes em importações da China. Um dia depois, a China ameaçou adotar represálias contra o governo dos Estados Unidos. Durante o discurso nesta sexta em que anunciou o acordo com o bloco europeu, o presidente reforçou que sua administração tem "protegido os agricultores" norte-americanos, "inclusive com a China".

Please reload

Agroatividade 2016 - Agronegócio Ativo