Please reload

Algodão: Valorização global do indicador aqueceu cotação doméstica

14/06/2019

 

A forte alta dos preços internacionais do algodão na metade desta semana permitiu uma reação nas cotações domésticas nos últimos dias. No CIF de São Paulo, a fibra fechou a quinta-feira (13) indicada a R$ 2,82 por libra-peso, preço superior ao início da semana.

 

Conforme o analista de Safras & Mercado, Élcio Bento, com um excedente de produção, os preços domésticos seguiram acompanhando a paridade de exportação como referência. “Além disso, é importante ressaltar que a taxação de 25% para comprar algodão norte-americano pela China segue garantindo um prêmio positivo para a fibra brasileira”, pondera.

 

De acordo com o Ministério da Economia, Indústria, Comércio Exterior e Serviços, as exportações da pluma brasileira em 2019 acumularam 447,96 mil toneladas até maio, superando o montante do ano anterior em 96,68%. Deste total, o Mato Grosso foi responsável por 66,17% dos envios, tendo escoado 296,43 mil toneladas de janeiro a maio de 2019.

 

Dentre os principais importadores da pluma de Mato Grosso, a China e a Indonésia se destacam como sendo o destino de 45,62% da pluma enviada pelo estado. Essa boa evolução do escoamento da fibra é reflexo do impasse comercial entre a China e os EUA – que se postergam há mais de um ano – aliado a demanda mais aquecida, principalmente dos países asiáticos. As informações constam no Boletim do IMEA – Instituto Mato-grossense de Economia Agrícola.

Please reload