Please reload

Açúcar: Produção de maio no centro-sul teve ritmo acelerado após início lento

11/06/2019

 

Usinas do centro-sul do Brasil aumentaram fortemente a moagem de cana na segunda metade de maio, impulsionando a produção de açúcar e etanol após um início de temporada lento, disse a União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica) nesta terça-feira. As usinas produziram 1,86 milhão de toneladas de açúcar no período, 38% mais que na parte final de maio do ano passado.

 

A moagem de cana aumentou em 34%, para 44 milhões de toneladas, com quase todas as usinas na região totalmente operacionais. A produção de etanol na segunda quinzena de maio atingiu 2,15 bilhões de litros, 22% acima de igual período de 2018. A nova temporada de moagem no centro-sul, que começou oficialmente em abril, manteve-se abaixo da média histórica até a primeira metade de maio. Muitas usinas aguardaram mais tempo para acelerarem suas operações, permitindo que os canaviais se desenvolvessem após chuvas tardias neste ano.

 

A estratégia parece ter funcionado. A Unica afirmou que os rendimentos no centro-sul aumentaram 5,5% em maio se comparados ao mesmo mês do ano passado, com usinas colhendo um volume médio de 88 toneladas de cana por hectare. O mix de produção, ou alocação da cana para as produções de cana e etanol, moveu-se levemente em favor do açúcar no final de maio em relação ao ano anterior, apesar da demanda forte contínua por etanol no Brasil.

 

A Unica disse que as vendas de etanol em maio no mercado doméstico alcançaram máxima histórica de 2,85 bilhões de litros, 50% acima do mesmo mês de 2018. O biocombustível continua se beneficiando de uma ampla vantagem ante o preço da gasolina no país, dando aos usineiros melhores resultados que as vendas de açúcar.

Please reload