Please reload

RenovaBio tem papel estratégico para o setor e programa deve ser aprimorado

27/04/2019

 

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) disse nesta última sexta-feira (26) que o Ministério está trabalhando para aperfeiçoar o Programa Nacional dos Biocombustíveis (RenovaBio). O programa do Ministério de Minas e Energia tem o objetivo de reconhecer o papel estratégico dos biocombustíveis e impulsionar a produção de diferentes fontes de energia no Brasil.

 

Durante a Abertura da Safra Mineira de Açúcar e Etanol 2019/2020, em Uberaba (MG), acompanhada do secretário-executivo do Ministério, Marcos Montes, a ministra ressaltou que torce pelo setor sucroalcooleiro e que vai manter contato com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, para contribuir para o andamento do RenovaBio.

 

“Lá no Ministério da Agricultura temos trabalhado incessantemente para ajudar o RenovaBio. Nós já vamos iniciar uma conversa com o ministro Bento para que o Programa possa de fato trazer os benefícios para os quais ele foi construído, concebido e aprovado pelo Congresso Nacional num tempo recorde”, disse a ministra.

 

Em seu discurso, Tereza Cristina destacou que o setor sucroalcooleiro é um dos mais organizados do agronegócio brasileiro. A ministra lembrou que os produtores de cana superaram um momento de crise e que ainda têm potencial para gerar mais eficiência e empregos, principalmente se mantiverem uma boa gestão das usinas e se a reforma da Previdência for aprovada pelo Congresso Nacional.

 

“Eu tenho certeza de que o Brasil, passando essa reforma, não é o governo que vai crescer. O que vai crescer é a economia, é a credibilidade desse país e esse setor precisa contribuir para voltar com os empregos que vocês geram”.

 

No evento, a ministra também comentou sobre a estimativa de crescimento de 3% da próxima safra de cana-de cana-de-açúcar em Minas Gerais. “A gente espera que o mercado melhore para que tenha um ambiente de novas contratações para tirar esses mais de 13 milhões de pessoas que estão desempregadas no país”, disse Tereza Cristina.

Please reload

Agroatividade 2016 - Agronegócio Ativo