Please reload

Boi: Preço da arroba continua valorizado com mercado firme

20/03/2019

 

Na última terça-feira (19/3), na maior parte das praças com alterações de preços da arroba do boi gordo, as variações foram para cima, mostrando a firmeza do mercado. Com dificuldade em alongar as programações de abate, a ponta compradora ofertou preços acima das referências nas regiões onde a disponibilidade de boiadas não tem sido suficiente para acompanhar a demanda.

 

Há praças onde as pastagens estão com bom suporte e isso abre espaço para que o pecuarista segure as boiadas em busca de melhores preços. No Oeste da Bahia, a arroba subiu 0,3% na comparação diária, o que significa alta de R$0,50/@.

 

Em São Paulo, a média das escalas de abate gira em torno de quatro dias e a dificuldade das indústrias de comprar matéria-prima pressionou para cima os preços. Desde o início do mês, a arroba paulista valorizou 1,3%.

 

Preços em alta

 

Não tem sido fácil compor as escalas de abate e, mesmo com a entrada da segunda quinzena (período tipicamente de menor demanda), a oferta limitada de boiadas mantém o mercado com preços firmes. 

 

No fechamento da última segunda-feira (18/3) parte das indústrias ficou fora das compras, já os frigoríficos que estavam ativos tiveram dificuldade em conseguir efetivar as compras.

 

O destaque ficou por conta de Paragominas-PA, onde o preço do boi gordo subiu 1,4% em relação à última sexta-feira (15/3) e fechou em R$140,00/@. Por lá, o excesso de chuvas tem dificultado o transporte dos animais, colaborando com a menor disponibilidade e preços firmes.

 

No mercado atacadista de carne bovina com osso, o preço do boi casado castrado teve ligeira alta, de R$0,02/kg, valorização sútil, mas que evidencia um mercado com preços sustentados, mesmo no início da segunda quinzena.

 

Please reload

Agroatividade 2016 - Agronegócio Ativo