Please reload

Boi: Mercado inicia semana com indicadores pouco alterados e viés de alta

26/02/2019

 

O mercado físico de boi gordo teve preços pouco alterados nesta segunda-feira. “Os frigoríficos em geral seguem pressionados, com escalas de abate posicionadas em média entre dois e três dias úteis”, disse o analista de Safras& Mercado, Fernando Henrique Iglesias.

 

A oferta de animais terminados segue restrita diante do alto índice de chuvas nas regiões Centro-Oeste e Norte, permitindo a retenção do gado no pasto como estratégia recorrente para o pecuarista.

 

“Esse quadro não deve mudar contundentemente até o início do outono, quando a perspectiva é de clima frio e seco, acelerando a deterioração das pastagens, mudando o perfil de comercialização do pecuarista”, assinala Iglesias.

 

Em São Paulo, preços a R$ 154,00 – R$ 155,00 a arroba, contra R$ 155,00 a arroba na sexta-feira. Em Minas Gerais, o preço ficou em R$ 147,00 a arroba em Uberaba, sem alteração. No Mato Grosso do Sul, preços ficaram em R$ 141,00 a arroba, em Dourados, estáveis. Já em Goiás, preço em R$ 144,00 a arroba em Goiânia. Em Mato Grosso, cotação a R$ 139,00 – R$ 140,00 em Cuiabá, ante R$ 139,00 a arroba.

 

Atacado

 

O atacado permanece com preços firmes. Conforme Iglesias, a expectativa é que a reposição entre o atacado e o varejo se acelere a partir da primeira quinzena de março, período que conta com maior apelo ao consumo. “A demanda deve ser mais efetiva para os cortes dianteiro e ponta de agulha, mais acessíveis”, coloca Iglesias.

 

O corte traseiro teve preço de R$ 12,00 por quilo. O corte dianteiro seguiu a R$ 7,75 por quilo. A ponta de agulha foi precificada a R$ 7,55 por quilo. ​

 

Please reload

Agroatividade 2016 - Agronegócio Ativo