Please reload

Frango: Aquecimento nas exportações impulsiona preços domésticos

22/02/2019

 

Os preços da carne de frango in natura têm apresentado altas expressivas no correr deste mês, impulsionados pelo ritmo aquecido dos embarques brasileiros da proteína e também pela menor oferta doméstica – vale lembrar que o mercado esteve desfavorável ao setor em boa parte de 2018, o que levou avicultores a reduzir a produção.

 

No acumulado de fevereiro (até o dia 21), o frango inteiro congelado negociado no atacado da Grande São Paulo se valorizou expressivos 5,1%, com o preço médio a R$ 4,34/kg na quinta-feira, 21. Para o produto resfriado, a alta foi ainda mais intensa, de 8,2%, com negócios a R$ 4,42/kg no dia 21.

 

Dentre os cortes acompanhados pelo Cepea no mercado paulista, o peito de frango resfriado foi o que teve a maior valorização no acumulado parcial de fevereiro, de 4,2%, fechando a R$ 5,45/kg na quinta-feira. Quanto às exportações, conforme dados da Secex, nos primeiros 11 dias úteis deste mês, a quantidade média diária de carne de frango exportada pelo Brasil foi de 16,84 mil toneladas, volume 42,1% superior ao registrado em janeiro, quando era de 11,85 mil t/dia.

 

Mercado de ovos

 

As cotações dos ovos perderam força nos últimos dias, refletindo o típico desaquecimento da demanda neste período do mês. Mesmo assim, os preços seguem em patamares elevados, sustentados pela oferta mais enxuta do produto, principalmente do vermelho tipo extra.

 

De acordo com colaboradores do Cepea, além dos elevados descartes de galinhas poedeiras realizados nos últimos meses, a menor disponibilidade de ovos vermelhos também reflete o alto índice de mortalidade das poedeiras desse tipo de ovo, que são mais sensíveis ao calor – vale lembrar que no mês passado, as temperaturas ficaram acima do usual em muitas regiões brasileiras.

 

Em Bastos (SP), uma das principais regiões produtoras de ovos do País, o preço médio da caixa com 30 dúzias do ovo branco tipo extra (a retirar) é de R$ 78,87 na parcial deste mês (até o dia 21), 40% superior ao de janeiro.

 

Para o produto vermelho, a retirar na mesma praça, a valorização é ainda mais expressiva: de 49%, a R$ 101,14/cx neste mês. Para entrega na Grande São Paulo, o valor médio do ovo branco tipo extra neste mês, de R$ 84,73/cx, é 36% maior que o de janeiro. Para o vermelho, a valorização é de 42% na mesma comparação, a R$ 105,91/cx na parcial deste mês.

Please reload

Agroatividade 2016 - Agronegócio Ativo