Please reload

MS: Investimentos e clima favoreceram avanço da riqueza da agropecuária no estado

02/03/2018

 

Clima favorável e investimentos feitos pelo produtor rural impulsionaram o crescimento da riqueza da agropecuária. A avaliação, do presidente da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), Maurício Saito, diz respeito à contribuição do agronegócio no resultado do PIB (Produto Interno Bruto) nacional em 2017.

 

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o PIB cresceu, de modo geral, 1%. A alta da riqueza dos produtos do campo é muito maior, de 13%. O destaque fica com as produções nacionais de milho (55,2%) e soja (19,4%).

 

“Apesar da queda nos preços agrícolas em 2017, os investimentos feitos pelo produtor rural, que cada vez mais aplica tecnologias disponibilizadas pela comunidade científica na propriedade, e as condições climáticas favoráveis, estimularam a produção recorde da safra passada e, consequentemente, o resultado positivo”, avaliou Saito.

 

Outro fator importante é a exportação, conforme a Famasul. Na análise do economista da entidade, Luiz Gama, as vendas externas também foram impulsionadas em 2017 quando a soja cresceu 33% em termos de valor e o milho 25% em nível de Brasil.

 

Na visão do especialista, o cenário deve ser positivo em 2018. “A demanda internacional deve contribuir com o agro este ano, sobretudo, por conta da Ásia, onde estão os principais compradores dos produtos agropecuários brasileiros; o aumento das importações agrícolas principalmente, pela China, e há ainda a expectativa de elevação no consumo interno de proteína animal dada a melhora da economia”, explica.

Please reload

Agroatividade 2016 - Agronegócio Ativo