Please reload

Guilherme Costa quer maior participação dos 188 países membros do Codex

02/10/2017

 

Em sua primeira reunião do Comitê Executivo, depois de eleito presidente do Codex Alimentarius, Guilherme da Costa, destacou que o novo plano estratégico (2020-2025) será elaborado de forma conjunta, fortalecendo a participação dos membros do comitê. O objetivo é chegar a melhores resultados na proteção da saúde humana e na promoção de práticas justas no comércio de alimentos.

 

“Fortalecidos, os comitês nacionais levarão a uma maior participação e envolvimento em toda a cadeia de produção com padrão internacional do Codex”, acredita o presidente brasileiro, servidor do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

 

Obtenção de recursos

 

Guilherme Costa destacou, em pronunciamento, a necessidade de cooperação contínua com membros  do Codex e a determinação de explorar todas as vias possíveis de financiamento para a sustentabilidade dos programas de aconselhamento científico, mantendo a independência do trabalho.

 

Vinculada à ONU, à FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) e à OMS (Organização Mundial de Saúde), a entidade trata de padrões, diretrizes e recomendações para a segurança, qualidade e comércio leal de alimentos de 188 países membros.

 

O novo presidente explicou que com os três vice-presidentes pretende participar de reuniões, sempre que possível, para prestar apoio e conselhos sobre questões fundamentais ou consideradas desafiantes. E enfatizou a importância de aproveitar todas as oportunidades para promover o trabalho e os valores do Codex para diferentes grupos e públicos. A reunião que durou três dias foi encerrada em Roma, na última sexta-feira.

Tags:

Please reload

Agroatividade 2016 - Agronegócio Ativo