Buscar
  • MAPA

Setor produtivo e Agricultura realizam seminário internacional de seguro rural


Na próxima terça-feira (23), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) promovem o Seminário Internacional de Seguro Rural, em Brasília. O evento tem o apoio da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e das seguradoras e resseguradoras de seguro rural. O evento terá dois painéis, um nacional e outro internacional.


Nas palestras serão debatidos modelos de seguro rural de países como Espanha, Estados Unidos, México e Índia, e será exposto panorama do modelo brasileiro e quais os desafios do seguro rural no país. O debate terá representantes do Ministério da Economia, Embrapa, Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) e das resseguradoras Mapfre, Arch Re e Partner Re.


De acordo com a assessora técnica da Comissão Nacional de Política Agrícola da CNA, Fernanda Schwantes, “uma das finalidades do seminário será disseminar a cultura do seguro rural e da gestão de riscos agropecuários, mobilizando governo e entidades privadas para a solução dos principais desafios”.


“A Confederação tem defendido uma política de Estado para o seguro rural, para amenizar os impactos das perdas na agropecuária sobre a renda, o emprego, os investimentos nas propriedades, para quebrar o círculo vicioso das renegociações dos financiamentos agropecuários”, explica a assessora.


Fernanda Schwantes ressalta que o principal benefício de um seguro rural para o produtor é a proteção da safra e a garantia necessária para que ele continue investindo na produção, apesar das adversidades climáticas. Assim, poderá se manter competitivo no agronegócio, mesmo sob condições de perda patrimonial ou frustração de safra.

0 visualização