• Agência Câmara

Projeto suspende decisão da Anvisa que libera a abamectina em agrotóxicos




O Projeto de Decreto Legislativo 548/20 susta a Resolução 442/20 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A decisão da diretoria colegiada trata da manutenção do ingrediente ativo abamectina em produtos agrotóxicos.


O texto em tramitação na Câmara dos Deputados explica que a abamectina é usada em larga escala no Brasil. Com efeitos inseticidas e acaricidas, entra na formulação de 27 produtos para controle de insetos e pragas em lavouras.


Na resolução, a Anvisa exige que as bulas desses produtos tragam a advertência “Atenção – Suspeita-se que prejudique o feto (malformações congênitas)” e a frase “Pode ser nocivo às crianças alimentadas com leite materno”. Para o autor da proposta, deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), a abamectina deve ser banida do País.


“É surpreendente que esse ingrediente ativo, com tais características e advertências, possa ter o registro liberado pela Anvisa”, disse. “Desde 2008 a Anvisa tem conhecimento de que a abamectina apresenta resultados preocupantes relativos à toxicidade aguda e à suspeita de toxicidade reprodutiva dessa substância e de seus metabólitos”, continuou o deputado.


Tramitação

O projeto será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois seguirá para o Plenário.