• MAPA

Órgão Interamericano busca expandir cooperação governamental para a Agricultura


O secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Marcos Montes, recebeu nesta segunda-feira (25) o diretor geral do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), Manuel Otero, para discutir a possibilidade de ampliação da parceria com a organização em projetos de desenvolvimento do setor.


Segundo Otero, a visita teve o objetivo de conhecer os novos gestores do Mapa e mostrar a intenção de aperfeiçoar projetos que estão em andamento, além de estabelecer novos acordos em outras áreas, como pesca e meteorologia. Atualmente, o Mapa executa seis Projetos de Cooperação Técnica e Internacional (PCTs) em parceria com o IICA.


“Temos com este ministério projetos na área de cooperativismo, defesa agropecuária, modernização, que estão indo bem. Mas gostaríamos de falar de novas oportunidades e de desafios conjuntos. Nosso objetivo é ver como melhorar as relações com este ministério e como fazer melhores contribuições, sempre tendo em consideração o desenvolvimento agropecuário e rural do Brasil”, disse Otero.


Entre as propostas em discussão está o reforço dos serviços sanitários dos países vizinhos ao Brasil para prevenir problemas, como o da mosca da carambola. Além de orientação técnica e treinamento do instituto e do Mapa, esse projeto contaria com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).


Marcos Montes ressaltou a importância histórica do IICA e sinalizou que o Ministério também pretende implementar parceria ainda maior com o órgão. O secretário adiantou que o ministério está programando uma nova reunião com o instituto em abril para discutir parcerias na área de agricultura familiar.


“O IICA já é reconhecidamente um instituto que presta serviço social duplamente relevante, tem grandes parcerias com o Ministério da Agricultura e nós queremos perpetuar isso, evidentemente sobre uma filosofia que a ministra Tereza Cristina está implementando aqui”, comentou Montes.