Buscar
  • ASSESSORIA

Brasil e Espanha fortalecem elo para formar grupo global da suinocultura


Brasil e Espanha avançam para a construção de uma entidade mundial de suinocultura. O presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra, e o diretor-executivo Ricardo Santin estiveram em Madri para reunião com representantes da Interporc, entidade que reúne toda a cadeia produtiva espanhola do segmento. A proposta é unificar os grandes produtores mundiais de carne suína em uma agenda conjunta em temas técnicos e assuntos que não envolvam questões comerciais. A estratégia conjunta avançou ainda mais em reunião realizada nesta última quinta-feira (18) entre brasileiros e espanhóis, que estão liderando o processo. O modelo idealizado é semelhante ao adotado pelo IPC (sigla em inglês para Conselho Mundial da Avicultura), com foco em assuntos técnicos. No encontro realizado em Madri, foi definido que o Brasil convidará países da América Latina para fazerem parte da futura entidade. A Espanha ficará encarregada da União Europeia e do Canadá. – É um dia de grande importância para a suinocultura do Brasil. Com unificação de cadeias produtivas, vamos ter agregação de valor à produção brasileira, reconhecida mundialmente pela sua qualidade e sanidade – disse Turra após reunião com Manoel Garcia Lorenzo, presidente da Interporc. A conclusão do processo de construção da entidade está programada para ocorrer durante o Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura (Siavs), em São Paulo, em agosto do próximo ano.

5 visualizações