Buscar
  • ASSESSORIA

Tabelamento do frete gera nova queda nas exportações gaúchas


Pelo segundo mês consecutivo, as exportações do agronegócio gaúcho foram impactadas pelo tabelamento do frete. O setor fechou o mês de julho com US$ 919 milhões em vendas, em um total de 1,755 milhão de toneladas. Isso representa queda de 9,6% no valor e 3,8% no volume comercializado na comparação com junho de 2018.


O acumulado do ano ainda apresenta crescimento, atingindo 10,9% de alta em relação ao mesmo período de 2017. Os dados estão no Relatório de Comércio Exterior do Agronegócio do RS, divulgado pelo Sistema Farsul nesta terça-feira, dia 7. O Complexo Soja, principal produto do estado no mercado internacional, apresenta alta de 2,2% em julho e 16,5% no acumulado.


O resultado está diretamente relacionado com a recuperação do Farelo e Óleo de Soja. Já a oleaginosa em grãos registrou nova queda no último mês, com -8,8% e de -8,1% no volume. No Grupo Carnes, houve aumento no valor e volume exportado (27,6% e 22%).


O Grupo Cereais teve queda de 22,7%, tendo o arroz como principal ofensor (-22,4%). A China se mantém como principal parceiro do agronegócio gaúcho, respondendo por 46% do valor exportado.

0 visualização