• ASSESSORIA

SC: Suspensão de embarques de carne de frango completa 30 dias


O Secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Airton Spies, cobra agilidade para o retorno das exportações de carne de frango para União Europeia. A suspensão temporária dos embarques de carne de frango da BRF para o bloco europeu completou 30 dias e já traz prejuízos ao agronegócio catarinense.


Nesta terça-feira (17), Spies esteve em Brasília para audiência com o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, e o embargo estará na pauta do encontro. Em Santa Catarina são três plantas da BRF impedidas de vender o produto para a União Europeia, localizadas nos municípios de Concórdia, Chapecó e Capinzal. As estimativas são de que o estado tenha deixado de exportar mais de três mil toneladas no último mês, um prejuízo que chega a US$ 9 milhões.


"Nós continuamos alertando sobre os danos que a suspensão das vendas para União Europeia vem trazendo para Santa Catarina e chamando atenção para a urgência do fim do embargo. Essa situação está trazendo graves prejuízos para nossa economia, sobretudo naqueles municípios onde ficam as unidades da BRF com problemas", ressalta Spies.


O bloco europeu é um importante mercado para avicultura catarinense e respondeu por 15,2% das exportações de carne de frango em 2017. No último ano, 147,8 mil toneladas do produto foram destinadas aos países da UE, gerando um faturamento de US$ 364,9 milhões - a BRF responde por 30% deste total. O setor produtivo de carnes ganha espaço no mercado internacional e Santa Catarina amplia vendas para China e Hong Kong.


Em março, os dois países foram os principais destinos das carnes produzidas no estado e garantiram o aumento no faturamento com as exportações. No último mês, as vendas internacionais de carne suína e de frango geraram uma receita de US$ 194,9 milhões. Suspensão Temporária No dia 16 de março, o Ministério da Agricultura anunciou a suspensão temporária dos embarques de carne de frango da BRF para a União Europeia.


A medida é preventiva e foi estabelecida pelo próprio Brasil enquanto presta esclarecimentos sobre as denúncias da terceira fase da Operação Carne Fraca. Santa Catarina é o segundo maior produtor de aves do Brasil, com 2,1 milhões de toneladas produzidas em 2017. Boa parte deste total é destinada ao mercado externo.


Hoje, o estado exporta 46,2% de sua produção, que chega a 120 países ao redor do mundo. Os principais mercados da carne de frango catarinense são: Japão, Países Baixos (Holanda e Bélgica), China, Arábia Saudita e Reino Unido. A avicultura tem o maior Valor Bruto da Produção Agropecuária catarinense, com um faturamento de R$ 6,2 bilhões em 2017.