Buscar
  • Acrimat

Superar preconceitos e elevar a produção agropecuária nacional


O governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), acredita que o Brasil precisa mostrar para o mundo que o País pode elevar sua produção agropecuária sem prejudicar o meio ambiente. “Precisamos superar preconceitos”, afirmou Taques durante a abertura da etapa mato-grossense da InterCorte, feira de pecuária, em Cuiabá, realizada entre hoje e amanhã.


“Precisamos mostrar que no Brasil nós produzimos muito, com 7 milhões de hectares que ainda podem ser usados para a atividade, dentro da lei”, disse à plateia de pecuaristas e empresários do setor.


O governador ressaltou a importância da retomada dos trabalhos do Instituto Mato-Grossense da Carne (Imac), criado para garantir a rastreabilidade do produto, em termos de sustentabilidade e qualidade, baseado em modelo uruguaio, o Instituto Nacional de Carnes (Inac). A intenção é criar um selo que possa agregar valor ao produto e, com isso, garantir e ampliar mercados internacionais.


Uma nova diretoria assumiu o instituto no início de abril, sob o comando de Guilherme Nolasco, que antes dirigia o Indea-MT. O empresário Caio Penido Dalla Vecchia, do Grupo Roncador, também faz parte da diretoria. “Vamos tornar o Caio diretor de relações internacionais”, afirmou Taques, ressaltando a ideia de ampliar mercados internacionais para a carne do Estado.


2 visualizações