• MAPA

Laboratórios brasileiros voltam a fazer sorologia da raiva para embarque de pets para UE


Donos de pets que pretendem viajar com seus bichinhos podem voltar a fazer exame em laboratórios brasileiros para comprovar que cães, gatos ou furões estão imunizados contra a raiva.


Na última quinta-feira (07) a União Europeia atualizou a lista de laboratórios autorizados no país, credenciando o Instituto Pasteur, de São Paulo, e o TECSA Laboratórios Ltda, de Belo Horizonte. Ambos podem atestar que os animais estão imunizados contra a doença, por meio da realização de sorologia.


A comprovação é necessária para que o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento emita o Certificado Veterinário Internacional exigido para embarque dos animais. O trânsito de pets entre países exige documento emitido pela autoridade veterinária atestando condições e histórico de saúde do animal, além do atendimento às exigências sanitárias.


No Brasil, os documentos utilizados para essa finalidade são o CVI (Certificado Veterinário Internacional) e o Passaporte para Trânsito expedidos por auditores das unidades de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro). A suspensão do exame pelo Laboratório de Zoonoses de SP, habilitado pela UE causou transtornos a quem precisava viajar à Europa, com animal de estimação. Os proprietários passaram a ter que enviar amostras de sangue para o exame sorológico a laboratórios credenciados fora do Brasil, como no Chile, por exemplo.