• Conab

Conab projeta safra total de feijão em 3,28 milhões de toneladas


O quinto levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a safra brasileira de feijão 2017/18, divulgado hoje, indicou uma produção brasileira de 3,28 milhões de toneladas, queda de 3,5% frente às 3,399 milhões de toneladas colhidas na temporada 2016/17. Em janeiro, a previsão era de 3,307 milhões de toneladas. Para atingir esse volume, a Conab indica uma área plantada na primeira, segunda e terceira safras de 3,151 milhões de hectares, baixa de 0,9% frente aos 3,180 milhões de hectares cultivados na temporada 2016/17. A Conab trabalha com uma produtividade média nacional de 1.041 quilos por hectare, 2,6% abaixo da média de 1.069 quilos por hectare de 2016/17.


O feijão 1a safra tem área estimada de 1,052 milhão de hectares, 5,3% menor se comparado à 2016/17, quando a área ficou em 1,111 milhão de hectares. A produtividade indicada é de 1.192 quilos por hectare, 2,7% menor à de 1.225 quilos por hectare de 2016/17. A produção de feijão primeira safra é projetada em 1,254 milhão de toneladas, recuo de 7,8% ante os 1,360 milhão de toneladas de feijão colhidos na temporada 2016/17. Já o feijão 2a safra tem área estimada de 1,456 milhão de hectares, subindo 2,1% frente aos 1,427 milhão de hectares cultivados na temporada 2016/17.


A Conab trabalha com uma produtividade de 833 quilos por hectare, 1,0% abaixo da registrada na temporada passada, de 842 quilos por hectare, o que deve levar a uma produção de 1,213 milhão de toneladas, volume 1,1% maior frente ao obtido na safra 2016/17, de 1,2 milhão de toneladas. Na 3a safra, o feijão tem área estimada de 642,4 mil hectares, a mesma cultivada na temporada 2016/17. A produtividade apontada pela Conab é de 1.264 quilos por hectare, 3,1% inferior à safra 2016/17, de 1.304 quilos por hectare. Com isso a projeção é de que sejam colhidos 812,4 mil toneladas, com perda de 3,0% frente à safra anterior, de 837,7 mil toneladas.