• Agropauta

Melhoramento genético e biotecnologia serão focos de simpósio de cana-de- açúcar


Pesquisadores renomados discutirão amplamente as ações dos principais Programas de Melhoramento Genético de Cana-de-açúcar e a Cana energia no Brasil em evento na cidade de Ribeirão Preto/SP.


“Um esforço contínuo de grupos de pesquisa brasileiros, na área do melhoramento genético, possibilitou a seleção e lançamento de genótipos com adaptação regional e com boa estabilidade fenotípica proporcionando segurança aos projetos de bioenergia implantados ao longo desses anos todos”, diz Marcos Landell, pesquisador do IAC.


O pesquisador será o moderador do segundo painel do Simpósio “Integração da Pesquisa Pública com Cana de Açúcar no Brasil”, acontece no dia 15 de março no Centro de Convenções do IAC. De acordo com Landell, a área de melhoramento genético é fundamental para que o Brasil eleve sua posição e relevância na área de Bioenergia.


“Em sessenta anos, a canavicultura do Brasil se expandiu de maneira surpreendente, migrando de regiões tradicionalmente citadas como aptas para este cultivo, para uma grande diversidade de ambientes edafoclimáticos, onde as restrições hídricas são tão acentuadas a ponto de limitar o cultivo de outras culturas de perfil perene, ou onde os solos apresentam restrições físico-químicas que restringem os níveis de produtividade agroindustrial”, salienta.


Isso seu deu em grande parte devido aos trabalhos de melhoramento genético que selecionaram novas variedades adaptadas às essas condições.