Buscar
  • ASSESSORIA

Fórum gaúcho destaca aproveitamento econômico dos resíduos da produção de bovinos


Pecuaristas da região Pinhal, extremo sul do estado do Rio Grande do Sul, participaram nesta terça-feira (24) de palestras que fazem parte do Fórum de Pecuária de Baixa Emissão de Carbono, realizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), com apoio do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) e da Embrapa. O tratamento de dejetos animais para a geração de energia, como forma de melhorar a renda dos produtores rurais, agregando sustentabilidade, será o tema de encontro que tem como objetivo sensibilizar os envolvidos na cadeia de pecuária intensiva de gado de leite e corte para o uso de tecnologias que reduzam a emissão de gases de efeito estufa.


Foram realizadas palestras com a participação de servidores do Ministério da Agricultura com os temas: "Plano ABC e a Pecuária de Baixa Emissão de Carbono: geração de valor na produção intensiva de carne e leite", que será ministrada pelo fiscal federal agropecuário do MAPA, Sidney Medeiros; "Tecnologia de Produção Mais Limpa na Pecuária Intensiva", apresentada médico-veterinário e consultor, Cleandro Pazinato Dias, e "Geração de Renda a partir dos Dejetos da Pecuária", tema abordado pelo consultor e médico-veterinário, Fabiano Coser. O pesquisador da Embrapa Gado de Leite, Marcelo Otenio, encerrou o encontro abordando o tema "Manejo de resíduos em sistemas de produção de Leite: limpeza hidráulica dos pisos e produção biofertilizante".


A pecuária que iniciou a exploração do setor primário na economia no estado que, segundo o IBGE, é detentor do sexto maior rebanho de bovinos, registrou em 2014, R$ 15,8 bilhões do Valor Bruto da Produção do Rio Grande do Sul. Além da bovinocultura de corte, contribuem efetivamente para a composição desse valor a atividade leiteira, a avicultura e a suinocultura.


"A importância da região Sul para o cenário da pecuária no Brasil torna primordial promover os encontros na região, com o objetivo de levar a tecnologia e a informação até o produtor buscando desenvolver uma pecuária sustentável, e ainda ter aproveitamento econômico dos resíduos da produção de bovinos de corte e de leite em sistemas confinados", esclarece o fiscal federal agropecuário do MAPA, Sidney Medeiros, que destacou as oportunidades de credito disponível para implantação de tecnologias que gerem sustentabilidade na produção, por meio do acesso ao crédito rural (Programa ABC, Pronaf, Pronampe outras linhas de financiamento).


Plano ABC


O Projeto "Pecuária de Baixa Emissão de Carbono: geração de valor na produção intensiva de carne e leite", visa, ao longo de um ano, avaliar e disseminar alternativas economicamente viáveis para o tratamento de dejetos na pecuária, como parte do Plano ABC (Plano Setorial de Mitigação e de Adaptação às Mudanças Climáticas Visando à Consolidação de uma Economia de Baixa Emissão de Carbono na Agricultura). O Plano é uma política pública composta de um conjunto de ações que visam promover a ampliação da adoção de tecnologias agropecuárias sustentáveis com alto potencial de mitigação das emissões de gases de efeito estufa de combate ao aquecimento global.

2 visualizações