• Embrapa

Dia de Campo apresenta tecnologias para cultivo comercial da banana no Amapá


As etapas do cultivo da bananeira, desde o plantio até os cuidados na pós-colheita do fruto, serão apresentadas durante o Dia de Campo “Como produzir banana no Estado do Amapá”, a ser realizado na manhã do sábado, 21/10, no lote 50 do Assentamento Munguba, localizado na confluência dos municípios de Porto Grande e Pedra Branca do Amapari (AP).


O objetivo é compartilhar técnicas e promover a troca de experiências entre agricultores e técnicos sobre a importância econômica, social e ambiental de tecnologias e práticas sustentáveis no cultivo da bananeira. Promovido pela Embrapa Amapá, Instituto do Desenvolvimento Rural do Estado do Amapá (Rurap), Prefeitura de Pedra Branca e Sebrae, com apoio das Prefeituras de Porto Grande e Serra do Navio e Governo do Estado, o Dia de Campo reunirá agricultores de base familiar dos três municípios, sobretudo os que cultivam ou têm interesse em aprimorar o cultivo da banana com padrão para fins comerciais.


Projeto AgroAmapá


Este Dia de Campo é uma ação do Projeto AgroAmapá (Fortalecimento da Produção Agrícola no Amapá Por Meio da Transferência de Tecnologia), implementado em parceria entre a Embrapa e o Sebrae. O projeto é destinado a agricultores de base familiar e extensionistas que atuam no cultivo de hortaliças, fruticultura e mandioca, nos municípios de Macapá, Santana, Mazagão, Cutias do Araguari, Itaubal, Porto Grande, Pedra Branca e Serra do Navio (AP), oportunizando capacitações em 2017 e 2018. A diretora técnica do Sebrae Amapá, Isana Alencar, destacou que a expectativa é contribuir para a melhoria da competitividade das propriedades rurais participantes do projeto AgroAmapá, possibilitando o acesso ao conhecimento especializado.


“Que os produtores possam colocar em prática e ampliar a produção. Por isso os parceiros da Embrapa, do Rurap, os nossos parceiros da pesquisa e da extensão, são extremamente importantes neste processo. O Sebrae contribui com a gestão, a ampliação de mercado trazendo um novo olhar para que estas propriedades possam garantir a comercialização e a conquista de novos clientes em relação à fruticultura”, acrescentou Isana Alencar.


O secretário de Agricultura de Pedra Branca, Daniel Silva, atua na mobilização do público e tem a expectativa de reunir em torno de 200 agricultores. “Vemos uma motivação grande nas comunidades, desde as famílias de sete comunidades produtoras da Perimetral, até o pessoal do Assentamento do Munguba”. Ele acrescentou que o município de Pedra Branca possui uma produção expressiva em termos quantitativos, mas precisa melhorar o nível tecnológico tanto do cultivo quanto das etapas de colheita e pós-colheita, “por isso este Dia de Campo é muito importante para ajudar no desenvolvimento da nossa região”.


A programação será composta de quatro estações. Em uma delas, o analista da Embrapa Amapá, Jackson de Araújo dos Santos, vai apresentar os procedimentos de manejo para o cultivo bem-sucedido da bananeira, desde a limpeza da área, seleção de mudas sadias, preparo do solo, adubação e tratos culturais, e informar as cultivares indicadas para o estado do Amapá. A estação sobre o controle combate de pragas em bananais, incluindo de que maneira podem ser identificadas e combatidas, será conduzida pelo pesquisador da Embrapa Amapá, Adilson Lopes e pelo técnico Caio Fregni de Oliveira, do Rurap.


As boas práticas de colheita e pós-colheita da banana é o tema da estação a ser apresentada pelo técnico agrícola da Prefeitura de Pedra Branca, Jovane Brazão Fernandes, onde ele vai ressaltar os métodos para garantir maior durabilidade e qualidade do fruto na prateleira. Conversa com o Produtor é a estação onde os produtores José Cordeiro Dias – conhecido como Goiano - e Wagshinton Luiz Toloza Costa farão o relato de suas experiências no cultivo e comercialização da banana produzida nos municípios de Pedra Branca e Itaubal, respectivamente.