• ASSESSORIA

Levantamento aponta altas produtividades do oeste baiano na safra 2016/17


De acordo com levantamento realizado pelo Conselho Técnico da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia, a produtividade média da safra 2016/17 da região ficou em 130 sacas por hectare, ou 7.800 quilos por hectare, um aumento significativo para a cultura em relação à safra passada, de 115 sacas por hectare.


A produção registrada ficou em 1,404 milhão de hectares, em uma área plantada de 180 mil hectares. Para a safra 2017/18, a Aiba estima que a área plantada no oeste da Bahia deverá ter uma retração de 22% frente à anterior, chegando a 140 mil hectares. A produção deve retroceder 1,3%, atingindo 1,386 milhão de toneladas, com um rendimento médio de 165 sacas por hectare.


Soja: 5,1 milhões de toneladas


De acordo com levantamento realizado pelo Conselho Técnico da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia, a produtividade média da safra de soja 2016/17 ficou em 54 sacas por hectare, com um aumento de 55% em relação à safra anterior. A produção do grão também foi maior que a do ano passado, chegando a 5,119 milhões de toneladas na região, em uma área plantada de 1,580 milhão de hectares.


Para a próxima safra, deverá acontecer um incremento de área de 1,3%, chegando a 1,6 milhão de hectares. Parte desse crescimento será sobre as áreas de milho da região. A produção estimada é de 5,376 milhões de toneladas, com um rendimento médio de 56 sacas por hectare de soja.


Algodão: 892,8 mil toneladas


Depois de alguns anos de resultados pouco expressivos, por conta da estiagem que assolou a região, os agricultores do oeste da Bahia comemoram o aumento da produção na safra 2016-17, com produtividade recorde do algodão. É o que apontou o último levantamento realizado nesta sexta-feira (29), pelo Conselho Técnico da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia.


O destaque desta safra fica por conta do algodão, que surpreendeu e atingiu a marca de 310 arrobas/ha, superando o recorde registrado em 2010, o que levou a uma produção de 892,8 mil toneladas. Otimistas, os produtores da fibra devem aumentar em 70 mil hectares a área plantada para a safra 2017/18, passando de 192 mil hectares para 260 mil hectares, revelando um crescimento de 35%.


A produção esperada para 2017/18 de algodão deve chegar a 1,209 milhão de hectares, superando em 35% a registrada na temporada 2016/17, com um rendimento médio previsto de 310 arrobas por hectare.