• Epagri

Santa Catarina pode ter maior colheita de soja já registrada em sua história


A Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca e Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Cepa/Epagri) lançam a estimativa inicial da safra 2017/18 em Santa Catarina. As expectativas são de queda na produção de milho e de recorde na colheita de soja – resultados que têm um impacto direto no agronegócio catarinense. A queda na área plantada de milho grão deve chegar a 12%, em relação a ultima safra, com impacto direto na produção, que deve reduzir em 16,5% - fechando em 2,6 milhões de toneladas. Essa tendência é observada também nos outros estados do Sul: o Paraná já anuncia uma diminuição de 33% na área cultivada de milho e o Rio Grande do Sul espera 23% de queda. Se os agricultores abandonam o cultivo de milho, normalmente, é porque optam pela soja. O grão deve ocupar 706 mil hectares das lavouras catarinenses, 7,3% a mais do que na safra 2016/17. A produção pode chegar a 2,5 milhões de toneladas – maior colheita já registrada em Santa Catarina. Outras culturas que ganham espaço no estado são o milho silagem, feijão e tabaco. A estimativa inicial da safra de verão será divulgada nesta quarta-feira (20), às 9h30, no auditório da Secretaria da Agricultura, em Florianópolis.