• Embrapa

União Europeia e Brasil discutem desperdício de alimentos


Seminário Sem Desperdício – Diálogo União Europeia – Brasil, que ocorrerá em 31 de outubro, no Rio de Janeiro, pretende ampliar a discussão e o compartilhamento de experiências para reduzir perdas e desperdício de alimentos. O evento no Museu de Arte do Rio de Janeiro discutirá estratégias nacionais e outros instrumentos voltados para a indústria, o varejo e o consumidor, ou seja, para as etapas finais da cadeia alimentar.


Para tratar práticas pontuais ou estratégias mais amplas já em execução, serão apresentados casos de sucesso de países europeus que podem ser implementadas em outros locais e servir de base para a estruturação de ações.


Já para exemplificar o que ocorre nas etapas iniciais da produção de alimentos, os especialistas europeus visitarão uma propriedade rural referência em produção orgânica e aproveitamento de resíduos da colheita e do processamento, na região serrana do Rio de Janeiro. “Com uma produção diária de dez toneladas de hortaliças por dia, cinco são de resíduos”, informa Aline Bastos, analista da Embrapa Agroindústria de Alimentos, uma das coordenadoras do evento.


Aline explica que as sobras da colheita e do processamento mínimo das hortaliças são usadas para compostagem: “Essa prática diminui o impacto ambiental, o custo com logística – já que não é necessário contratar caminhões para o transporte desses resíduos, e ainda gera um insumo para a produção orgânica”. As frutas e hortaliças da região abastecem os principais supermercados e restaurantes da capital e cidades vizinhas.


Durante o evento, que conta com a parceria da Rio Alimentação Sustentável, que reúne mais de 30 instituições governamentais e da sociedade civil, e apoio da Prefeitura do Rio de Janeiro, serão organizadas ações paralelas para envolver a população.


Haverá uma exposição da campanha Sem Desperdício, liderada pela WWF-Brasil, Embrapa e Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), e ainda a Feira Rio Alimentação Sustentável, uma feira modelo com a participação de cooperativas agrícolas, produtores orgânicos e eco-chefs, que ministrarão oficinas sobre o aproveitamento integral dos alimentos.